Google+ Followers

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Um dos maiores objetos do Universo é descoberto atrás da Via Láctea

24/11/2016 | 22:50
De: "HypeScience" <noreply+feedproxy@google.com>

Um dos maiores objetos do Universo é descoberto atrás da Via Láctea


Link to HypeScience

Um dos maiores objetos do Universo é descoberto atrás da Via Láctea
Posted: 24 Nov 2016 04:00 PM PST
Com trilhões de galáxias, o superaglomerado, um dos maiores objetos já descobertos no Universo, estava escondido atrás da névoa da Via Láctea

Espetacular vídeo de beija-flores flutuando em câmera lenta
Posted: 24 Nov 2016 03:24 PM PST
Para conseguirem pairar no ar, beija-flores tiveram que se adaptar de forma única. Veja neste vídeo incrível o voo dessas aves em câmera lenta

Nova York mapeia todas as árvores da cidade
Posted: 24 Nov 2016 07:54 AM PST
O Departamento de Parques da cidade disponibilizou dados do último censo de árvores, mostrando onde cada planta pode ser encontrada e permitindo que serviços como poda sejam requisitados

Vídeo mostra lontras afogando macaco em um zoológico
Posted: 24 Nov 2016 05:42 AM PST
Vídeos populares de lontras dormindo de mãos dadas e carregando filhotes na barriga podem ter rendido a elas a imagem de fofinhas, mas esses animais são muito agressivos

A causa dos eventos mais violentos do universo
Posted: 24 Nov 2016 04:11 AM PST
Um novo estudo propôs uma solução para um mistério que tem intrigado o mundo da física há décadas: como as explosões solares, as rajadas de raios gama e as auroras boreais disparam tão rapidamente?

Seu cão se lembra de mais coisas do que você pensa
Posted: 24 Nov 2016 03:51 AM PST
Cães podem ser treinados para lembrar de comandos. Também se lembram de pessoas e lugares. Agora, um novo estudo descobriu que os animais possuem um tipo de memória mais complexa

A velocidade da luz pode ter ultrapassado a gravidade nos primeiros dias do universo
Posted: 24 Nov 2016 03:12 AM PST
Novo estudo sugere que a velocidade da luz pode não ter sido sempre constante. No universo primitivo, a luz pode ter ultrapassado a gravidade, e essa nova hipótese poderia resolver um dos maiores problemas da física

You are subscribed to email updates from HypeScience.
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 1600 Amphitheatre Parkway, Mountain View, CA 94043, United States
 
25/11/2016 | 10:04
Giro UOL: pressão em Geddel, plano de Ceni e é dia de Black Friday!
De: "Giro UOL" <uolnoticias@uolrelacionamento.com.br>
Giro UOL
Moderninha
Veja a seleção de notícias que o UOL fez para você nesta manhã - 25/11

Pressão em Geddel
Pedro Ladeira/Folhapress
Depois do depoimento de Marcelo Calero à Polícia Federal, a Procuradoria-Geral da República deve pedir ao STF a abertura de processo contra o ministro Geddel Vieira Lima. Ele é acusado de tentar impedir uma decisão do Iphan contra a construção de um prédio na Bahia.
Por causa disso, Calero, então Ministro da Cultura, pediu demissão do cargo. No depoimento, Michel Temer e Padilha também são citados. Calero teria detalhado a pressão que sofreu por contrariar os interesses de Geddel, que é amigo do presidente há 25 anos. Leia mais
Compartilhar no Facebook
|
Compartilhar no Twitter
|
Compartilhar no Linkedin
|
Compartilhar no Pinterest
|
Compartilhar por E-mail

Perdão no pacote anticorrupção
Nelson 
Jr./SCO/STF
A decisão sobre a anistia do caixa dois no pacote anticorrupção deve ser tomada pelo Supremo Tribunal Federal. É o que avalia especialistas ouvidos pela Folha e pelo UOL. Ontem a Câmara dos Deputados adiou a votação do projeto para o próximo dia 29.
Os parlamentares articulam uma emenda da anistia ao crime de caixa dois para casos que já aconteceram. Ou seja, quem usou dinheiro não declarado durante a campanha eleitoral, seria perdoado. Se isso for aprovado, a chance de o presidente Michel Temer (PMDB) ser cassado pelo TSE vai diminuir consideravelmente. Leia mais
Compartilhar no Facebook
|
Compartilhar no Twitter
|
Compartilhar no Linkedin
|
Compartilhar no Pinterest
|
Compartilhar por E-mail

Arquivamento
Beto Macario/UOL
O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu ao STF (Supremo Tribunal Federal) o arquivamento de um inquérito contra a ex-governadora do Maranhão Roseana Sarney (PMDB) e o senador Edison Lobão (PMDB-MA).
Roseana era investigada por supostamente ter recebido R$ 2 milhões para a campanha ao governo em 2010. O dinheiro teria sido pedido por Lobão, à época ministro de Minas e Energia, ao então diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa. Segundo Janot, não foram encontradas provas. Leia mais
Compartilhar no Facebook
|
Compartilhar no Twitter
|
Compartilhar no Linkedin
|
Compartilhar no Pinterest
|
Compartilhar por E-mail

Na linha de Doria
Secom/SP
Assim como o colega de partido João Doria, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) também pediu um estudo para rever a passagem gratuita para passageiros do Metrô e da CPTM em São Paulo.
O valor desses repasses devem passar os R$ 600 milhões neste ano.  Para conter os gastos, a gestão do tucano quer acabar com a concessão de passagem gratuita para idosos de 60 a 64 anos que ainda estejam no mercado de trabalho. Na capital paulista, Doria tem o mesmo plano para quem utiliza ônibus. Leia mais
Compartilhar no Facebook
|
Compartilhar no Twitter
|
Compartilhar no Linkedin
|
Compartilhar no Pinterest
|
Compartilhar por E-mail

Financiamento imobiliário
Arte UOL
A partir desta sexta-feira (25), o limite do valor do imóvel para financiamento com uso do FGTS (Fundo de Garantia sobre Tempo de Serviço) vai aumentar. A informação é do CMN (Conselho Monetário Nacional).
No caso de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Distrito Federal o valor máximo passou de R$ 750 mil para R$ 950 mil. No caso dos demais Estados, o aumento foi de R$ 650 mil para R$ 800 mil. A mudança vale para imóveis novos e usados. O limite não era alterado desde 2013. Leia mais
Compartilhar no Facebook
|
Compartilhar no Twitter
|
Compartilhar no Linkedin
|
Compartilhar no Pinterest
|
Compartilhar por E-mail

É dia de Black Friday!
Getty Images
Chegou a Black Friday. E o famoso dia de descontos inclui muito mais do que produtos eletrônicos. O UOL traz uma seleção que tem preços mais baratos para cachaças com ouro, dia da noiva e até para o Lollapalooza.
Quem procura pacote de viagens também vai encontrar boas promoções. Tem até para fora do país. Já shoppings e lojas de São Paulo vão ter horário estendido nesta sexta para atender os clientes. O Procon da capital paulista vai fazer plantão para quem tiver problemas e precisar reclamar. Leia mais
Compartilhar 
no Facebook
|
Compartilhar no Twitter
|
Compartilhar no Linkedin
|
Compartilhar no Pinterest
|
Compartilhar por E-mail

Plano de Ceni
Eduardo Knapp/Folhapress
Para aceitar assumir o comando técnico do São Paulo, Rogério Ceni pediu garantias à diretoria tricolor. O ex-goleiro pediu que o time fosse reforçado para a próxima temporada.
Entre os nomes de peso pedidos apresentados pela diretoria do clube estão os de Nilmar e Felipe Melo. O interesse do clube nos dois atletas não é novo, mas, com a chegada de Ceni, a tendência é que a alta-cúpula tricolor intensifique esforços para contratá-los. Leia mais
Compartilhar no Facebook
|
Compartilhar no Twitter
|
Compartilhar no Linkedin
|
Compartilhar no Pinterest
|
Compartilhar por E-mail

Estreias na Netflix
Divulgação
Sexta-feira, dia de maldade? Para muita gente que é fã de séries hoje é o dia da estreia da nova temporada de Gilmore Girls na Netflix. Depois de quase dez anos, as personagens de Lorelai e Rory voltam às telas em quatro episódios.
Outra boa estreia também na Netflix é a série brasileira 3%, que aposta na temática futurista. Os atores Bianca Camparato, João Miguel e Zezé Motta fazem parte do elenco. Leia mais
Compartilhar no Facebook
|
Compartilhar no Twitter
|
Compartilhar no Linkedin
|
Compartilhar no Pinterest
|
Compartilhar por E-mail
PATROCINADO POR:
Moderninha
Baixe o aplicativo UOL:
Apple Store
Google Play
UOL
Facebook Twitter Pinterest Instagram Snapchat: @uoloficial
Se deseja cancelar o recebimento da newsletter do Giro UOL, clique aqui.
 

Dr Luis Antônio (@Dr_Luis_Antonio) curtiu um de seus Tweets!

Dr Luis Antônio (via Twitter) <notify@twitter.com> Cancelar inscrição
18:33 (Há 10 minutos)
@Thecesarjbn: Justiça bloqueia de R$ 1 bi em bens de Cabral e Michelin por incentivo fiscal





Dr Luis Antônio
curtiu seu Tweet.
Ver

Thecesarjbn @Thecesarjbn
Justiça bloqueia de R$ 1 bi em bens de Cabral e Michelin por incentivo fiscal www1.folha.uol.com.br/poder/2016/11/…
Configurações  | Ajuda | Sair | Baixar aplicativo
Twitter, Inc. 1355 Market Street, Suite 900 San Francisco, CA 94103
 

O Holocausto brasileiro....

Francis
16:43 (Há 2 horas)
O Holocausto brasileiro....
Edição no. 137 / 2016 : O holocausto brasileiro


            Um verdadeiro campo de concentração, onde o holocausto fazia parte do dia-a-dia : assim foi a “colônia de loucos”  de Barbacena-MG,  indesejados, donzelas desvirginadas, filhos rebeldes e difíceis,  doentes com infecções sexuais, ( como o célebre jogador Heleno de Freitas! ) e eventualmente alguns loucos de fato,  eram enviados e trancafiados por seus pais, responsáveis, tutores e senhores...   Com o aval e o conhecimento de toda a sociedade brasileira, que não queria ser incomodada...

            À exemplo dos trens superlotados de judeus, que eram enviados ao holocausto nazista, aqui também,  foram dezenas, centenas de pessoas sãs, sem indicação de qualquer distúrbio mental, que eram  despejadas em  Barbacena, pelos trens da Central do Brasil, livrando os responsáveis de qualquer incômodo!  O número de  sacrificados  chega a 60.000 !



              Além do  livro da jornalista Daniela Axbex, que conta toda essa história de crueldade e de desumanidade, estréia no canal Max, neste domingo, dia 20,  o documentário “Holocausto Brasileiro”...
              Vale a pena conferir....
Márcio Dayrell Batitucci
Chocante, documentário conta a história do hospício mais cruel do Brasil



Foto de um paciente do Hospital Colônia exibida no documentário Holocausto Brasileiro
FERNANDA LOPES - Publicado em 20/11/2016, às 06h06
De 1903 a 1980, mais de 60 mil pessoas morreram no Hospital Colônia, manicômio localizado na cidade de Barbacena, em Minas Gerais. As condições insalubres de sobrevivência, o abandono e os maus-tratos que os pacientes sofriam até a morte são exacerbados no documentário Holocausto Brasileiro, que estréia no canal Max neste domingo (20).
A produção foi baseada no livro homônimo da jornalista e diretora Daniela Arbex, lançado em 2013. Nas entrevistas, os personagens que ela explora são ex-funcionários do hospital, que revelam seus procedimentos cruéis sem demonstrar a menor sensação de culpa, e pacientes que sobreviveram e contam seus traumas. "Percebi que o país desconhecia uma de suas maiores tragédias", diz Daniela.
O Hospital Psiquiátrico Colônia ficou conhecido por receber não só pacientes com algum transtorno mental, mas por ser um grande símbolo de higienismo e segregação social. Boa parte dos pacientes não tinham doenças tratáveis nem mesmo estavam doentes.
Muitos tinham deficiências físicas, eram moradores de rua, órfãos ou simplesmente representavam um peso às famílias, que os enviavam para lá e nunca mais voltavam para buscá-los. Funcionava como um depósito humano.
Daniela Arbex estuda a questão da saúde mental no Brasil desde os anos 1990. Após escrever reportagens sobre sete hospitais psiquiátricos na região de Juiz de Fora, todos foram fechados. Ela tomou conhecimento da situação do hospício de Barbacena após ver fotos publicadas na revista O Cruzeiro, em 196tual de um dos pátios do Hospital Colônia, completamente abandonado
As imagens, que fazem parte do documentário, revelam crianças deitadas no chão e rodeadas por mosquitos, homens com rostos desfigurados por doenças, dezenas de pessoas amontoadas em pátios e salas sem estrutura alguma. Ex-funcionários confirmam que os pacientes não recebiam remédios corretos, passavam frio, fome e eram tratados com choque elétrico.
Apesar de se tratar primordialmente de um registro histórico, com imagens de arquivo, Holocausto Brasileiro consegue atualizar o registro ao mostrar como estão hoje as pessoas que viveram a tragédia.
Uma mulher, internada aos 14 anos após ser estuprada e engravidar de seu patrão, conta como conseguiu reencontrar o filho que teve dentro do hospício mais de 30 anos após o garoto nascer e ser afastado dela. Há também relatos de pessoas com deficiência mental que vivem até hoje em abrigos, muito mais humanizados.
Daniela Arbex, jornalista e diretora do documentário
Segundo Daniela, a intenção não era denunciar e condenar culpados pelo descaso de Barbacena. Ela encontra o homem responsável por vender cadáveres dos pacientes a faculdades de medicina, e não o confronta agressivamente. "Nosso papel não é julgar ninguém, cada um fará o seu julgamento", explica.
O objetivo do documentário, de acordo com a jornalista e a HBO, era mostrar como todos os diretores de oito décadas, ao lado de médicos, funcionários, população e imprensa, foram coniventes com essa situação.
Desde 1980, o hospital psiquiátrico de Barbacena está desativado, mas para Daniela a situação da saúde mental no Brasil ainda é frágil e precisa ser observada de perto.
"Como tudo nesse país, [a denúncia sobre a situação precária] foi uma bomba momentânea e as pessoas viraram a página. A ditadura silenciou esse hospital, e há o desinteresse. Há uma cultura social de que eles mereciam estar lá, não eram dignos de conviver em sociedade, e isso existe até hoje. Agora, não está tudo lindo e maravilhoso, a gente corre risco de retrocesso. Ainda há mini Colônias por aí", alerta.
Holocausto Brasileiro estreia neste domingo, às 21h, no canal Max.
Sucursal do inferno, depósito de lixo humano, porão da loucura. As expressões são usadas para tentar definir o Hospício de Barbacena, conhecido como Colônia, e dão a dimensão da barbárie cometida no maior sanatório do Brasil, do início do século XX até os anos 80. As crueldades relatadas no livro Holocausto Brasileiro (Geração Editorial, 39,90 reais), porém, vão além. A obra da jornalista mineira Daniela Arbex, que acaba de chegar às livrarias, conta assombrosas histórias de pessoas que morreram ali - foram cerca de 60 000 ao longo de oito décadas, segundo o governo estadual, com base nos registros do hospital - ou que sobreviveram em condições desumanas. Inaugurado em 1903, o Colônia foi o primeiro hospício de Minas Gerais, instalado no município a 169 quilômetros da capital, na Serra da Mantiqueira. Seu funcionamento, no entanto, se assemelhava mais ao de um campo de concentração. Na década de 30, o hospital abrigava 25 vezes mais internos que sua capacidade permitia. Para driblar a superlotação, a direção substituiu camas por capim, que ocupava menos espaço. Por falta de roupas, muitas pessoas circulavam nuas. A comida era escassa e da pior qualidade. Os filhos das internas eram entregues, sem autorização, para adoção por outras famílias. Durante a década de 70, os corpos dos mortos eram vendidos às faculdades de medicina do estado.
Tudo isso é recontado no livro de Daniela, uma ampliação da série de reportagens que ela publicou, em 2011, no jornal Tribuna de Minas, de Juiz de Fora, e que foi vencedora do Esso, o mais respeitado prêmio de jornalismo do país. O ponto de partida para a investigação foram as imagens do fotógrafo Luiz Alfredo publicadas em 1961 na revista O Cruzeiro. Em um impressionante registro reproduzido no livro, um dos internos bebe água do esgoto. "Quando vi as fotos, quis saber se alguém havia sobrevivido", conta a autora, que ouviu ex-pacientes ainda vivos, familiares e ex-funcionários do hospital. Com base nos depoimentos, Daniela pôde reconstruir histórias como a das 33 crianças do município de Oliveira transferidas para Barbacena em 1976. Consideradas loucas, elas foram abandonadas pelos parentes. Apenas um garoto do grupo, chamado Roberto, chegou a receber visita. "Com 9 anos, ele correu para abraçar o pai, que não encontrava havia quase um ano. A emoção fez o menino ter uma pequena incontinência urinária", relata Daniela. Constrangido com a situação, o pai disse que sairia para buscar o almoço e nunca mais voltou.
O caso de Antônio Gomes da Silva beira o surrealismo. Enviado ao Colônia por um delegado, ele só falou a primeira palavra depois de 24 anos de internação, durante a apresentação de uma banda. "Por que você não disse que falava?", questionou um funcionário. "Porque nunca ninguém me perguntou", respondeu Silva, que jamais soube exatamente por que ficou internado no hospital por 34 anos. Ele vive desde 2003 em uma residência terapêutica, um tipo de moradia criado para pessoas que passaram muitos anos por lá e não tinham como voltar para a família. A falta de critérios para a admissão dos internos descrita no livro é chocante. Estima-se que 70% dos moradores do manicômio não sofriam de nenhum problema mental. Crianças peraltas, mulheres solteiras que engravidaram e mendigos saudáveis viraram prisioneiros.
As barbáries cometidas no Colônia só cessaram na década de 80, quando as reivindicações por reforma psiquiátrica começaram a ganhar força no Brasil e a instituição foi transformada em um hospital geral. "Todo mundo queria falar, e fomos provocados a fazer o Congresso Mineiro de Psiquiatria, que não acontecia havia dez anos", lembra o psiquiatra Jairo Toledo, que dirigiu as mudanças no Colônia a partir de 1979. "O evento foi um divisor de águas", afirma. O que não significa que a questão da saúde mental esteja bem resolvida no país. "Ainda temos hospitais psiquiátricos sendo fechados, como ocorreu recentemente em Juiz de Fora", ressalta Daniela. Sinal de que histórias como a do Colônia ainda merecem ser contadas.
Os últimos dias de uma lenda
Conhecida como a "cidade dos loucos", Barbacena chegou a abrigar sete hospitais psiquiátricos. O Colônia foi o maior deles, mas havia também hospitais privados que recebiam pacientes de famílias mais abastadas. Nesse grupo estava a Casa de Saúde São Sebastião, que teve como interno o ex-jogador do Botafogo Heleno de Freitas (1920-1959), provavelmente o personagem mais famoso que passou pelos sanatórios da Serra da Mantiqueira. Tendo contraído sífilis, uma doença sexualmente transmissível, ele foi internado em 1954. Em crônica publicada no Jornal do Brasil, o jornalista Armando Nogueira lembrou o triste fim do craque destemperado. "Dizem que dormia abraçado com uma bola. Certamente, não era a bola de nossos campos infantis. Seria, talvez, a bola delirante do jogo de ontem, do jogo de hoje, de amanhã, do jogo de nunca mais. Quando acordava, bola murcha, Heleno tornava ao atroz devaneio."
 
 

{ HTC } Senado põe parentes de políticos na repatriação

MARTINS
09:54 (Há 9 horas)

De: 'Luiz' luigigiaco@gmail.com [humorex_tc] <humorex_tc@yahoogrupos.com.br>
Data: 25 de novembro de 2016 08:36
{ HTC } Senado põe parentes de políticos na repatriação

Senado põe parentes de políticos na repatriação

Josias de Souza
25/11/2016 04:32
https://youtu.be/SFOiHYMimuU
Graças a manobras de Romero Jucá, líder do governo Michel Temer, os senadores aprovaram uma proposta que abre brecha para que parentes de políticos participem da segunda fase do Bolsa-Repatriação. Algo que fora vetado na primeira fase do programa.
Jucá excluiu da proposta o veto aos parentes. Mandou para o beleléu o seguinte trecho: “Os efeitos [da repatriação] não serão aplicados aos detentores de cargos, empregos e funções públicas de direção ou eletivas, nem ao respectivo cônjuge e aos parentes consanguíneos ou afins, até o segundo grau ou por adoção.”
Em seguida, Jucá acrescentou ao texto dois artigos permitindo explicitamente que parentes de políticos também repatriassem verbas enviadas para o exterior por baixo da mesa. Houve contrariedade. E Jucá decidiu dar meia-volta. Para não prejudicar a aprovação de uma matéria que o Planalto considera prioritária, o senador topou retirar os artigos pró-parentes.
O problema é que Jucá não lembrou —ou lembrou de esquecer— que precisaria devolver à proposta aquele trecho que fazia menção ao veto à participação de parentes. Desse modo, os senadores aprovaram um projeto que não menciona os parentes de políticos nem para autorizar nem para proibir sua participação. Na prática, a omissão favorece os parentes, que poderão pleitear a adesão ao Bolsa-Repatriação sem que nenhuma autoridade possa fazer qualquer objeção.
Alguns parlamentares revoltaram-se com Jucá. Acusaram-no de desonestidade. E o líder do governo limitou-se a dizer que atendeu aos apelos da oposição. “Não tenho culpa se pediram errado”, disse. Ciente das canetadas de Jucá, o presidente do Senado, Renan Calheiros, ecoou o amigo. Sustentou que a oposição dormiu no ponto.
O texto aprovado seguirá para a Câmara. Se for alterado pelos deputados, retorna ao Senado, a quem caberá dar a palavra final sobre a matéria. Por ora, gente como Cláudia Cruz, mulher de Eduardo Cunha, solta fogos.

Enviado por: "Luiz" <luigigiaco@gmail.com>

Responder através da web



através de email

Adicionar um novo tópico

Mensagens neste tópico(1)
CONHEÇA TAMBÉM NOSSA TURMA DA CURTIÇÃO EM YAHOO GRUPOS:
http://br.groups.yahoo.com/group/turmadacurticao/
SÓ PARA ADULTOS!
VISITE SEU GRUPO
    Yahoo! Grupos
    PrivacidadeSair do grupoTermos de uso
    Visualizar o vídeo Projeto que reabre prazo para a repatriação de recursos está na Câmara dos Deputados do YouTube


    Projeto que reabre prazo para a repatriação de recursos está na Câmara dos Deputados


    Sistema Jangadeiro acabou de enviar um vídeo


    YouTube <noreply@youtube.com>
    19:03 (Há 0 minutos)
    Por que esta mensagem está no Spam? Ela é semelhante a mensagens que foram detectadas pelos filtros de spam.  Saiba mais

    Sistema Jangadeiro enviou Torcedor apaixonado pelo Palmeiras transforma casa em templo verde e branco

    Torcedor apaixonado pelo Palmeiras transforma casa em templo verde ...

    Sistema Jangadeiro
    Existem várias histórias de pessoas que são loucas por times de futebol. Mas talvez você não tenha visto nada igual, em Maracanaú, Região Metropolitana de Fortaleza. Francisco Antônio Maciel é apaixonado pelo Palmeiras.
    Fascinado pelo clube paulista, transformou toda a casa para a temática e as cores do seu time de coração. Muro, portão, calçada, parede, cerâmica, sofá, tudo da casa é verde e branco.
    Cada detalhe foi pensado desde o momento da construção. A ideia era transformar o ambiente doméstico em um espaço de homenagem ao verdão.
    A mulher do Francisco confessa que não era tão ligava com futebol; mas, quando soube da paixão do marido, resolveu vestir a camisa. “Eu sabia que era uma grande concorrência”. E a esposa faz tudo pra agradar. De acordo com ela, até purê recebeu corante especial verde. Veja todos os detalhes no vídeo.
    Veja mais em: http://tribunadoceara.uol.c­om.br/videos/gente-na-tv/torcedor-apaixonado-pelo-palmeiras-transforma-casa-em-templo-verde-e-branco/
    Se i... (mais)
    © 2016 YouTube, LLC 901 Cherry Ave, San Bruno, CA 94066

    Você recebeu este e-mail porque escolheu receber atualizações de Sistema Jangadeiro. Caso não queira mais receber essas atualizações, cancele sua inscrição aqui.








































    video

    video

    video

    video

    video

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário