Google+ Followers

terça-feira, 5 de abril de 2016

Os cientistas identificaram 11 fatores para conseguir uma “boa morte”

De: "HypeScience" <noreply+feedproxy@google.com>

Os cientistas identificaram 11 fatores para conseguir uma “boa morte”


Link to HypeScience

Os cientistas identificaram 11 fatores para conseguir uma “boa morte”
Posted: 04 Apr 2016 12:00 PM PDT
Não alcançamos a imortalidade ainda, de forma que não temos escolha quando se trata de não morrer. Mas existem alguns outros fatores que podemos – tentar – controlar

Adivinhe o que causou estas crateras enormes no Ártico
Posted: 04 Apr 2016 11:00 AM PDT
Cientistas finalmente dizem o que causou estes enormes buracos no chão da Sibéria, no Círculo Ártico, e a resposta não poderia ser pior

Madeira transparente vai substituir o vidro e revolucionar a indústria da construção
Posted: 04 Apr 2016 10:00 AM PDT
A madeira transparente alia as vantagens da madeira normal, barata, renovável e versátil, com a transparência do vidro e resistência do Plexiglass

O fantástico mundo dividido entre oceano de lava e noite eterna
Posted: 04 Apr 2016 09:00 AM PDT
A 41 anos-luz de distância da Terra, há um mundo incrível dividido entre calor além da imaginação e uma noite que não acaba nunca

57 brasileiros e vários líderes mundiais são implicados em corrupção por investigação gigantesca
Posted: 04 Apr 2016 07:55 AM PDT
Investigação mundial chamada de "Papeis do Panamá" revela nomes de diversos líderes mundiais que podem estar ligados a esquemas ilegais. 57 brasileiros, incluindo Eduardo Cunha, aparecem nos documentos

O estranho experimento mental que mostra como podemos manipular o tempo
Posted: 04 Apr 2016 07:00 AM PDT
O espaço-tempo é uma coisa muito estranha. Para nós, meros mortais que não são nenhum Einstein, esse conceito pode ser muito difícil de entender

You are subscribed to email updates from HypeScience.
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 1600 Amphitheatre Parkway, Mountain View, CA 94043, United States

Resultado de Loterias - CAIXA
De: "Loterias da CAIXA" <push@push.caixa.gov.br>
C A I X A E C � N O M I C A F E D E R A L - LOTERIAS
Conforme voc� pediu, seguem os resultados das Loterias da Caixa.
Boa Sorte!
Caixa Econ�mica Federal
Q U I N A
--------------------
Concurso : 4050
Data : 04/04/2016
N�MEROS SORTEADOS: (por ordem de sorteio) 42 - 56 - 62 - 60 - 68
(por ordem crescente) 42 - 56 - 60 - 62 - 68
VALOR ACUMULADO: R$ 5.099.595,95
VALOR ACUMULADO PARA O SORTEIO ESPECIAL DE S�O JO�O: R$ 83.491.643,62
ESTIMATIVA DO PR�MIO (QUINA)*: R$ 6.000.000,00
*PARA O PR�XIMO CONCURSO, A SER REALIZADO 05/04/2016
N� de Ganhadores (Quina) : 0
Rateio do Pr�mio (Quina) : R$ 0,00
N� de Ganhadores (Quadra) : 58
Rateio do Pr�mio (Quadra) : R$ 11.500,83
N� de Ganhadores (Terno) : 4024
Rateio do Pr�mio (Terno) : R$ 236,81
L O T O F � C I L
----------------------
Concurso : 1344
Data : 04/04/2016
Resultado das dezenas sorteadas (ordem crescente)
02 - 04 - 06 - 07 - 08
10 - 11 - 12 - 13 - 17
18 - 21 - 23 - 24 - 25
Resultado das dezenas sorteadas (ordem de sorteio)
06 - 17 - 25 - 21 - 08
18 - 23 - 11 - 13 - 02
07 - 10 - 04 - 24 - 12
PREMIA��O
N�mero de Acertos (15)
Qtde Ganhadores : 4
Rateio (em R$): 407.494,12
Valor Acumulado (em R$) : -
ESTIMATIVA DO PR�MIO (LOTOF�CIL)*: R$ 1.700.000,00
*PARA O PR�XIMO CONCURSO, A SER REALIZADO 06/04/2016
N�mero de Acertos (14)
Qtde Ganhadores : 396
Rateio (em R$): 1.809,27
N�mero de Acertos (13)
Qtde Ganhadores : 15962
Rateio (em R$): 20,00
N�mero de Acertos (12)
Qtde Ganhadores : 190307
Rateio (em R$): 8,00
N�mero de Acertos (11)
Qtde Ganhadores : 986811
Rateio (em R$): 4,00
ARRECADA��O TOTAL: R$ 21.618.134,00
Confira os resultados das Loterias pelo seu celular, acesse o site da CAIXA www.caixa.gov.br direto pelo aparelho e selecione o link loterias. (http://www.caixa.gov.br)
Conhe�a os investimentos CAIXA: variedade e seguran�a para investir, sem abrir m�o de boa rentabilidade. SAIBA MAIS. (http://www11.caixa.gov.br/portal/public/investidor)
--------------------------------------------------------------------------------
Se desejar corrigir seus dados ou se descadastrar deste servi�o acesse o link -
http://www.caixa.gov.br/_redirect/push/r_logon_loteria.asp


Facebook
Dê os parabéns a Fabiolla Daniella
Terça, 5 de abril

Fabiolla Daniella
Ir para o Facebook


Organizar um evento
Essa mensagem foi enviada para marlucepvn@uol.com.br. Se você não deseja receber esses e-mails do Facebook no futuro, cancele o recebimento.
Facebook, Inc., Attention: Community Support, Menlo Park, CA 94025
 

Donald Trump


Stephen Miles - Avaaz Cancelar inscrição
16:48 (Há 2 horas)

Queridos amigos,
Ele acusou os mexicanos de serem estupradores e chamou mulheres de "loira burra" e "porca gorda". Ele prometeu fechar mesquitas, criar um cadastro de muçulmanos e separar imigrantes ilegais de seus filhos. Um recente relatório constatou que o preconceito de Donald Trump pode fazer dele uma ameaça à segurança global. Chega disso – com apenas um clique, assine a carta pública mundial contra o discurso de ódio de Donald Trump. Quando chegarmos a 2 milhões de assinaturas, publicaremos a carta em jornais ao redor do mundo:
ADICIONE MEU NOME
Caro Sr. Trump,
Não há grandeza no que o senhor está fazendo.
O mundo inteiro rejeita seu discurso de medo, ódio e intolerância. Rejeitamos seu apoio à tortura, seu clamor à morte de civis e a forma como o Sr. incita a violência em geral. Rejeitamos seu menosprezo às mulheres, muçulmanos, mexicanos e milhões de outras pessoas que não se parecem com você, não falam como você e não rezam para o mesmo deus que você.
Decidimos enfrentar seu medo com compaixão. Frente a sua desesperança, escolhemos a confiança. E, em vista de sua ignorância, escolhemos a compreensão.
Como cidadãos globais, nós resistimos à sua tentativa de separar-nos uns dos outros.
Atenciosamente,
Assinaturas recentes -- Adicione meu nome
ADICIONE MEU NOME
Assine agora com apenas um clique
Trump não é o único político no mundo que explora a alienação política e o medo das pessoas para causar mais ódio. Mas ele é o único que faz isso e tem cobertura de imprensa no valor de $2 bilhões de dólares.
Podemos tirar vantagem do magnetismo da imprensa em torno de Donald Trump e dar início a uma história surpreendente sobre a rejeição global a esse tipo de discurso de ódio. Mas para isso realmente funcionar, precisamos que milhões de pessoas se unam ao apelo. Assine abaixo com apenas um clique e compartilhe com seus amigos. Se pessoas o suficiente assinarem a carta, pressionaremos outros políticos e celebridades e adicionarem seus nomes.
Vamos nos unir em um coro global contra o discurso preconceituoso de Donald Trump.
https://secure.avaaz.org/po/deartrump/?bupGehb&signup=1&cl=9776028740&v=74795
Com esperança por um mundo melhor,
Stephen, Nell, David, Dalia, Nataliya, Mia, Andrew, e toda a equipe da Avaaz
PS: Esse email é um pouco diferente do que geralmente enviamos, porque nunca tivemos um momento como esse antes. Os números realmente importam nessa hora – se cada um de nós convidarmos 10 amigos, podemos mostrar que o mundo inteiro rejeita esse tipo de discurso de ódio e medo, e essa política raivosa que o Trump representa.
A Avaaz é uma rede de campanhas global de 42 milhões de pessoas que se mobiliza para garantir que os valores e visões da sociedade civil global influenciem questões políticas nacionais e internacionais. ("Avaaz" significa "voz" e "canção" em várias línguas). Membros da Avaaz vivem em todos os países do planeta e a nossa equipe está espalhada em 18 países de 6 continentes, operando em 17 línguas. Saiba mais sobre as nossas campanhas aqui, nos siga no Facebook ou Twitter.
Você se tornou membro do movimento Avaaz e começou a receber estes emails quando assinou a campanha "Por uma internet livre e democrática!" no dia 2014-03-11 usando o seguinte endereço de email: cesarjbn@gmail.com.
Para garantir que as mensagens da Avaaz cheguem à sua caixa de entrada, por favor adicione avaaz@avaaz.org à sua lista de contatos. Para mudar o seu endereço de email, opções de idioma ou outras informações pessoais, entre em contato conosco, ou clique aqui para descadastrar-se.
Para entrar em contato com a Avaaz, não responda este email, escreva para nós no link www.avaaz.org/po/contact.
 

O ANTAGONISTA


MARTINS
21:13 (Há 22 horas)
De: 'Luiz' luigigiaco@gmail.com [humorex_tc] <humorex_tc@yahoogrupos.com.br>
Data: 4 de abril de 2016 11:21
O ANTAGONISTA
A offshore de 1,99 de Dilma
Brasil 04.04.16 11:07
O Antagonista tem um dica para a investigação internacional do ICJC. Dilma, que teve uma loja de R$ 1,99 chamada "Pão & Circo", importava as quinquilharias de um bazar localizado em Colón, no Panamá, para onde a petista e sua ex-cunhada Sirlei Araújo viajaram duas ou três vezes...
As mercadorias eram despachadas de navio até Imbituba (SC) e seguiam de caminhão até a capital gaúcha, como revelou Sirlei à repórter Fernanda Odilla, em 2010. Além de Dilma e Sirlei, "participavam da sociedade o ex-marido de Dilma, Carlos Araújo, e um sobrinho, João Vicente".
Em nome de quem estava a offshore? Dilma, Sirlei, Carlos Araújo ou João Vicente?

Nós queremos
Brasil 04.04.16 11:03
Os jornalistas que investigam os Panama Papers não se interessaram em esquadrinhar a offshore de Feira e Dona Xepa, a Shellbill?
Querem mandar os papéis para cá?

Lula Papers
Brasil 04.04.16 11:00
Caio Blinder disse que "lulopetistas denunciam golpismo do New York Times ao destacar corrupção lulopetista na capa e não os Panama Papers.
Certo. Golpe de mestre do jornal".

O Antagonista espera ansioso a offshore de Lula
Brasil 04.04.16 10:53
O Antagonista está atento aos documentos que estão sendo divulgados pelo ICJC e espera ansioso que "a investigação jornalística internacional Panama Papers" revele muito mais que o triplex da Murray no Guarujá, como prometeu Fernando Rodrigues...
Por enquanto, o ICJC publicou documentação relevante sobre outros países. No caso brasileiro, o relato de abertura de algumas offshores de construtoras com atuação internacional não quer dizer muito.
Onde está a offshore de Lula? Onde está a conta secreta de Lula? Há dados que indiquem a abertura de empresas no exterior em nome de Lula, Lulinha, Taiguara, Roberto Teixeira, João Vaccari e etc?

A rede de propinas de Dilma Rousseff
Brasil 04.04.16 10:06
Quem ainda não viu a primeira página do New York Times, com a ótima reportagem do Simon Romero sobre Delcídio Amaral e a rede de propinas do governo Dilma Rousseff?

A contraofensiva da bancada do impeachment
Brasil 04.04.16 09:39
Os coordenadores do impeachment, segundo O Globo, vão “constranger deputados que ainda não tenham se posicionado publicamente, expondo fotos, números de telefones e e-mails para que sejam pressionados pelos eleitores”.
Eles contam também com o corpo a corpo...
Um exemplo citado pela reportagem é o da Bahia. Dos 39 deputados baianos, a maioria está contra o impeachment.
Explica José Carlos Aleluia:
“Ninguém quer brigar com o governador, mas tenho perguntado a eles: é melhor divergir do governador ou do povo? Se eu não tivesse votado contra o Collor, não estaria aqui hoje”.
Os deputados que ocupam cargos federais nos estados também devem voltar à Casa.
“Parlamentares contabilizam 32 titulares que poderão voltar à Câmara para engrossar os votos pró-impeachment. Só em Pernambuco há quatro”.
São monitorados igualmente os deputados que podem faltar à votação em plenário.
Diz Antonio Imbassahy:
“O deputado que se ausentar será visto pela população como alguém que vota na Dilma. A população está atenta a todos os passos: querer inventar uma licença, ninguém vai perdoar”.
De acordo com O Globo, Eduardo Cunha pretende “derrubar a sessão por falta de quorum, se na hora H perceber um número de ausências fora do padrão — cerca de 60 ou 70, nas contas de aliados — e retomar a votação em dois dias, para que os faltosos sofram pressão dos eleitores”.
Mendonça Filho acrescenta:
“Se o deputado não estiver morto, ele tem que vir votar”.

Pior do que Collor
Brasil 04.04.16 08:46
Benito Gama faz parte da comissão do impeachment.
Ele fez parte também da CPI que resultou no impeachment de Fernando Collor. Mais do que isso: foi seu relator.
Luiz Maklouf Carvalho entrevistou-o para o Estadão...
Leio um trecho da entrevista:
Como está o placar na comissão do impeachment?
No começo parecia de igual para igual. Hoje há uma posição claramente majoritária a favor do pedido de impeachment. Há um isolamento de PT e PC do B. Isso se confirmando, vai contaminar o plenário.
Por que o sr. é a favor do impeachment?
Vejo um agravamento grande da situação política, econômica, moral e social do Brasil. Os responsáveis devem ser afastados.
Os 342 votos a favor do pedido vão se materializar ou o governo tem como obstar o processo?
Faltam só duas semanas para a votação final. É um tempo muito curto para um convencimento, diante da situação crítica que estamos atravessando. Se em 12 meses o governo não conseguiu convencer alguém, só agravar, não seria agora que iria conseguir votos suficientes.
O que importa, tecnicamente falando, é se houve ou não crime de responsabilidade. Há crime de responsabilidade no pedido apresentado, ou o voto será político?
O impeachment é um voto político. No caso específico, há uma lei, clara, que diz que o governo que não cumpre o orçamento e pratica ações contra o orçamento está sujeito a crimes de responsabilidade. É isso que está no pedido: o não cumprimento da lei orçamentária. A presidente governou o orçamento sem o Congresso autorizar. E está claro, na lei de impeachment, que isso é crime de responsabilidade.
Que comparações o sr. faz com o período Collor?
A diferença é que a opinião pública está muito mais forte contra a presidente Dilma do que esteve contra Collor.

O especialista em perder votos
Brasil 04.04.16 08:30
A comissão do impeachment, hoje à tarde, vai ouvir por duas horas a defesa do governo, apresentada por José Eduardo Cardozo.
A grande questão entre os deputados é: quantos votos ele vai conseguir perder?

Obrigado, "Toni"
Brasil 04.04.16 08:28
Eu, Mario, fui definido pela Folha de S. Paulo como um jornalista "ácido", na reportagem assinada por "Toni".
Devo estar velho, mas continuo "ácido": eu só conhecia até então "Tony Soprano".
Agradeço o epíteto a "Toni" e a seu editor.

Nem Dilma, nem Renan
Brasil 04.04.16 08:25
O Estadão, em editorial, pede a degola de Renan Calheiros:
“O presidente do Senado, Renan Calheiros, é a versão moderna do bigorrilho. Extraído de uma marchinha de carnaval dos anos 60, o termo serviu na época para qualificar os políticos que tinham especial apreço pelo governismo, mesmo que seu partido fosse da oposição...
Pois o senador alagoano, contrariando decisão de seu partido, o PMDB, vem se esforçando como poucos para dar conforto à presidente Dilma Rousseff neste momento de grande aflição.
Renan é um personagem emblemático da profunda crise moral pela qual passa o País. O senador tem contra si quase uma dezena de inquéritos que apuram seu envolvimento no petrolão, e seu passado não muito remoto inclui outras traquinagens de semelhante jaez, e mesmo assim ele não se constrange em se apresentar, de cara limpa, como um campeão da democracia e do equilíbrio institucional. Sua participação no intrincado jogo do impeachment não deixa dúvidas de que, malgrado seu discurso de total isenção, Renan trabalha exclusivamente para se abrigar do vendaval da Lava Jato (…)
Renan também tem trabalhado com afinco para sabotar o empenho do vice-presidente Michel Temer para unir o PMDB. A multiplicação dos bigorrilhos é uma ação crucial para o governo, porque a fragmentação do PMDB indica aos demais partidos da base que talvez não haja consenso em torno do impeachment – e, portanto, seria imprudente abandonar o governo e seus preciosos cargos e verbas neste momento, quando a contabilidade dos votos contrários a Dilma ainda não está clara (…)
Com a Lava Jato e o Supremo Tribunal Federal em seu encalço, Renan decerto espera que seu investimento na operação de salvamento de Dilma frutifique, na forma de alguma proteção contra aqueles que pretendem obrigá-lo a finalmente prestar contas à Justiça. É por essa razão que, conforme diz a marchinha do bigorrilho, “ele tem que sair/ele tem que sair/ele tem que sair/ele tem que sair”.
A Folha de S. Paulo diz: Nem Dilma, nem Temer.
O Estadão responde: Nem Dilma, nem Renan.

O PT que não existe
Brasil 04.04.16 08:16
A Folha de S. Paulo disse que “vários petistas” torcem pelo impeachment de Dilma Rousseff.
De acordo com eles, “num cenário de delações em curso e com previsões devastadoras para o governo e o PT, agravado por uma crise econômica que só piora, ganhar a votação na Câmara pode ser o passo final rumo ao precipício...
Daí que perder pode ser o melhor negócio, literalmente. Sair posando de vítima de um golpe, de um impeachment sem crime e deixar para Michel Temer o desgaste de consertar a economia”.
O argumento faz sentido.
Mas O Antagonista só conhece petistas que querem comprar votos do PTN e do PP e, depois disso, melar a Lava Jato.

Apesar de você
Brasil 04.04.16 07:32
A Folha de S. Paulo publicou uma reportagem sobre a Empiricus, que comprou 50% de O Antagonista.
Título da reportagem:
“Polêmica e direta, consultoria cresce apesar de seus antagonistas”...
A Folha de S. Paulo deve estar aborrecida conosco.
De qualquer maneira, é bom saber que, apesar do site, a Empiricus continua crescendo.

O varejão de Lula
Brasil 04.04.16 07:21
No sábado, Lula se reuniu com dez deputados cearenses de siglas como Pros, PDT e PTN.
Sua estratégia, segundo a Folha de S. Paulo, é comprar o apoio de parlamentares “que têm base eleitoral nos grotões do país, sobretudo em partes das regiões Norte e Nordeste”...
Integrantes do "baixo clero” relataram à reportagem que os “petistas têm procurado deputados de menor visibilidade para pedir sugestões para cargos do segundo e terceiro escalões dos seus Estados”.
As indicações são levadas a Ricardo Berzoini, “responsável pelo chamado varejão”.
Pelas contas do Palácio do Planalto, o governo tem apenas 136 dos 172 votos necessários para impedir o impeachment. Mas Lula planeja comprar pelo menos 20 deputados do baixo clero, além dos votos que estão sendo negociados com PP, PR e PSD.

Show do impeachment
Brasil 04.04.16 07:03
Segundo a Folha de S. Paulo, o relator da comissão do impeachment, Jovair Arantes, “está sendo orientado a apresentar um parecer que, além de recomendar a admissibilidade da denúncia pelo crime de responsabilidade, carregue na tinta política. A avaliação é que as pedaladas e os decretos cumprem a parte técnica, mas não completam o show...O plano é citar casos de corrupção e problemas da gestão de Dilma”.
Show?
A Folha de S. Paulo realmente quer apresentar o impeachment como um espetáculo inventado por Eduardo Cunha para derrubar a presidente legitimamente eleita?
Se é para completar o show, O Antagonista recomenda convidar para o palco Feira, Dona Xepa, o presidente da Andrade Gutierrez, a secretária da Odebrecht e Delcídio Amaral.

Golpe com amplo direito de defesa
Brasil 04.04.16 06:35
Nesta segunda-feira, vence o prazo para que Dilma Rousseff apresente sua defesa junto à comissão do impeachment.
Josias de Souza comenta:
"A peça converterá o processo num 'golpe' sui generis, condicionado ao amplo direito de defesa...
O 'atentado à democracia' ficará ainda mais inusitado no final da tarde, quando o ministro petista José Eduardo Cardozo, advogado-geral da União, comparecerá à comissão para fazer a defesa oral da presidente. Remunerado pelo contribuinte, repetirá que 'não há base legal' para o impedimento".
A comissão do impeachment, segundo Josias de Souza, deve aprovar o pedido de afastamento da presidente.
A partir de então, tudo se decide no plenário, onde Lula barganha apoios:
"Faz isso golpeando as mais trivais noções de ética e moralidade, negociando cargos e verbas com políticos que precisam de interrogatório, não de negociação".

A reabertura do processo do mensalão
Brasil 04.04.16 06:33
A Lava Jato, com a Carbono 14, vai abrir novamente o processo do mensalão.
Emporcalhar Joaquim Barbosa, acusando-o de ter sonegado uma taxa de registro imobiliário de 2 mil dólares, em Miami, é uma tentativa desesperada da ORCRIM de melar essa nova frente.

UOL contra Joaquim Barbosa
Brasil 04.04.16 06:17
Joaquim Barbosa está sendo emporcalhado pelo UOL.
Na esteira dos Panama Papers, Fernando Rodrigues resolveu misturar as coisas, acusando ridiculamente o responsável pela prisão dos mensaleiros de ter sonegado uma taxa de registro imobiliário de 2 mil dólares...
A estratégia é conhecida.
A Lava Jato está investigando a Mossack Fonseca, que lavou o dinheiro roubado pelos petistas da Bancoop e criou a offshore em nome da qual foi registrado o triplex vizinho ao de Lula, no Guarujá.
Nada melhor, portanto, do que igualar os petistas àqueles que os condenam.
Nem Lula, nem Joaquim Barbosa – é assim que o UOL defende a ORCRIM.

O último refúgio dos lavadores
Mundo 03.04.16 23:13
Ramon Fonseca Mora, fundador e diretor da consultoria panamenha Mossack Fonseca, sobre os Panama Papers:
"É um ataque contra o Panamá."
O nacionalismo é o último refúgio dos lavadores de dinheiro.

O Muro da Vergonha
Brasil 03.04.16 22:45
O VPR inaugurou hoje, na Av. Paulista, o Muro da Vergonha, com os nomes dos deputados indecisos ou que vão votar contra o impeachment. Pressão neles!

Panama Papers: a Lava Jato vai separar alhos de bugalhos
Brasil 03.04.16 19:46
A divulgação dos Panama Papers já está misturando alhos e bugalhos...
Abrir uma offshore, por si só não é ilegal, como sabem os leitores de O Antagonista. O problema é ocultar patrimônio e lavar dinheiro por meio de uma offshore.
A Lava Jato se encarregará de separar alhos debugalhos.

Joaquim Barbosa e a Mossack Fonseca
Brasil 03.04.16 19:39
A Mossack Fonseca abriu uma offshore para Joaquim Barbosa, por meio da qual ele comprou o seu apartamento em Miami...
O UOL publica que Joaquim Barbosa recebeu tratamento VIP da Mossack Fonseca. Ainda de acordo com o portal, o ex-presidente do STF não pagou ao Fisco da Flórida um imposto de 2 mil dólares sobre o imóvel.
Joaquim Barbosa diz que pagou todos os impostos e, se faltou um, está pronto a fazê-lo.

Lula é um babaçu maranhense
Brasil 03.04.16 18:02
Edison Lobão aparece nos Panama Papers.
Lula é um babaçu maranhense.

A Folha surpresa
Brasil 03.04.16 17:54
Dilma Rousseff respondeu ao editorial da Folha que pede a sua renúncia:
"Jamais renunciarei."
A Folha de S.Paulo parece bastante surpresa.

Lula é um terno inglês
Brasil 03.04.16 17:41
O pai deDavid Cameron, primeiro-ministro inglês, está nos Panama Papers.
Lula é um terno inglês.

Lula é uma vodca russa
Mundo 03.04.16 17:35
Vladimir Putin está nos Panama Papers.
Lula é uma vodca russa.

Até tu, Macri?
Mundo 03.04.16 16:37
Os Panama Papers também trazem o nome do presidente Mauricio Macri.
Até tu, Macri?

Lula é um gêiser islandês
Brasil 03.04.16 16:17
Os Panama Papers pegaram o primeiro-ministro islandês, a sua mulher e dois ministros.
Lula é, na verdade, um gêiser islandês.

Panama Papers devem pegar Lula
Brasil 03.04.16 16:12
Dane-se Eduardo Cunha (por enquanto). Os Panama Papers vão permitir que a Lava Jato destrinche de uma vez por todas o laranjal montado pelas empreiteiras do petrolão e petistas graúdos.
Os Panama Papers devem pegar Lula.

Panama Papers: um mundo para a Lava Jato investigar
Brasil 03.04.16 16:04
Os Panama Papers já revelaram um mundo secreto fabuloso.
Leiam mais esse trecho da reportagem de Fernando Rodrigues...
ver mais
Panama Papers: uma bomba mundial
Brasil 03.04.16 15:54
Começaram a vir à tona, em 76 países, os Panama Papers -- uma série de documentos que mostram as ramificações globais da Mossack Fonseca. A empresa está por trás de uma offshore dona de um triplex no edifício Solaris, no Guarujá, o mesmo do apartamento de Lula (que não é de Lula).
Fernando Rodrigues, do UOL, faz parte do pool de jornalistas que tiveram acesso aos Panama Papers.
Leiam um trecho do que ele publicou...
"Os documentos mostram a existência de, pelo menos, 107 empresas offshore ligadas a personagens da Lava Jato –firmas até agora não mencionadas pelos investigadores brasileiros que cuidam da Operação Lava Jato.
A Mossack operou para pelo menos 6 grandes empresas e famílias citadas na Lava Jato, abrindo 16 empresas offshores. Nove delas são novas para a força-tarefa das autoridades brasileiras. As offshores são ligadas à empreiteira Odebrecht e às famílias Mendes Júnior, Schahin, Queiroz Galvão, Feffer (controladora do grupo Suzano) e a Walter Faria, do Grupo Petrópolis.
Entre os políticos brasileiros citados direta ou indiretamente estão o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e o usineiro e ex-deputado federal João Lyra (PTB-AL)."

Uma presidente sem o respeito do povo
Brasil 03.04.16 15:07
Enquanto a Folha de S. Paulo iguala Dilma Rousseff a Michel Temer, corroborando a tese canalha dos petistas de que todos os partidos roubam da mesma maneira, o Estadão denuncia o troca-troca pornográfico conduzido abertamente pela ORCRIM...
“Para salvar o mandato, a presidente Dilma Rousseff e os operadores que agem em seu nome, mormente o chefão Luiz Inácio Lula da Silva, acionaram as engrenagens do Estado, que a petista ainda institucionalmente controla, para comprar o apoio do baixíssimo clero da Câmara (…)
Como resultado dessa infame manobra, Dilma pode, contrariando o direito e a razão, conseguir os votos necessários para barrar sua destituição – afinal, de um Congresso dominado pelo vale-tudo, que tem em seu comando políticos sobre os quais pairam sólidas acusações de corrupção e que é constituído por vários partidos que deram apoio ao governo em troca de participação no butim da Petrobrás, pode-se esperar qualquer coisa (…)
O perfil do governo Dilma, caso a presidente escape do impeachment, já está sendo traçado nos subterrâneos da Câmara. No momento em que o País afunda no descontrole das contas públicas e nos sucessivos erros de gestão, fruto do voluntarismo tatibitate de Dilma e de sua reconhecida incompetência, a administração será entregue não a pessoas capazes de colocar a casa em ordem, mas a apaniguados indicados por partidos de aluguel, cujos donos foram cooptados na bacia das almas, na base do puro e simples toma lá dá cá (…)
O que se vê não tem paralelo na história política nacional. Dilma está sendo obrigada, por seus erros e sua infinita arrogância, a franquear o governo a partidos como PHS, PTN, PSL e PT do B, cuja representatividade é praticamente nula – só dispõem de algumas cadeiras na Câmara graças ao esdrúxulo sistema político brasileiro (…)
Considerando-se que mais de 80% dos brasileiros desaprovam o governo de Dilma, e a maioria também já se manifestou claramente a favor do impeachment, ninguém em seu juízo perfeito pode esperar que haja paz e tranquilidade no dia seguinte a uma eventual vitória da presidente no processo que pede sua destituição. Ao contrário: o previsível sentimento de decepção que tomará o País fará do Palácio do Planalto uma cidadela moralmente sitiada, dentro da qual Dilma, com seus aliados de ocasião e seu raivoso exército de adversários da democracia, exercerá um triste papel – o de presidente sem o respeito do povo”.

O trem do STF
Brasil 03.04.16 14:31
O STF está abandonando Dilma Rousseff.
Ao menos é o que diz o Estadão.
O jornal entrevistou ministros próximos ao Palácio do Planalto...
Um deles comentou reservadamente que o impeachment é um processo “sem volta”.
Em suas palavras:
“O trem saiu da estação”.
Outro ministro avaliou que o impeachment “se dá pelo esfacelamento da base aliada diante da derrota do presidencialismo de coalizão na gestão Dilma”.
Um terceiro ministro explicou que os grampos de Lula e Dilma Rousseff foram mantidos na Corte porque “há suspeita de irregularidades cometidas pela presidente, que tem prerrogativa de foro”.
Os ministros do STF sabem perfeitamente que os petistas não vão sobreviver aos próximos delatores da Lava Jato.

A rua é nossa, não da ORCRIM
Brasil 03.04.16 13:57
Neste domingo, às 3 da tarde, no MASP, será inaugurado o Muro da Vergonha, com o nome de todos os parlamentares contrários ao impeachment.
Leve seu nojo e seu desprezo até lá. Leve também sua cusparada metafórica...
A rua é nossa, não da ORCRIM.
21 milhões de reais no caixa 2 de Dilma
Brasil 03.04.16 13:42
Dona Xepa, "em sua delação premiada, disse que na campanha de Dilma Rousseff de 2014 pingaram R$ 21 milhões no caixa dois.
Uma parte desses milhões, inclusive, serviu para pagar programas de TV do PT no horário gratuito — todos eles veiculados antes da campanha eleitoral"...
Quem publicou a notícia foi Lauro Jardim.
Quando isso for confirmado, Dilma Rousseff, Lula e o PT deixarão de existir.
Os deputados que estão vendendo seus votos para impedir o impeachment têm de saber que essa gente está morta.

A reviravolta
Brasil 03.04.16 13:32
Os últimos dias foram ruins para o impeachment.
Depois de obter a imunidade do STF, Lula pode se dedicar ao que ele faz de melhor: comprar parlamentares.
Os aliados de Michel Temer, agora, prometem contra-atacar...
A primeira resposta, segundo a Folha de S. Paulo, será denunciar publicamente o “mensalão de Dilma” - o escambo de cargos para conquistar votos no Congresso Nacional.
Além disso, os movimentos de rua mapearam “os endereços dos deputados favoráveis a Dilma e pretendem fazer uma série de pequenos protestos para expor o apoio à petista e constrangê-los a mudar de opinião diante de sua base eleitoral”.

Harvard só não tem cautela na hora da grana
Cultura 03.04.16 13:24
A Universidade Harvard, aquela que escondeu a homenagem a André Esteves depois que ele foi preso, mas conservou os 25 milhões de dólares que recebeu do banqueiro, fez outra coisa feia: reteve durante um ano e meio o conteúdo do computador do historiador brasileiro Nicolau Sevcenko, que era professor da instituição...
E, quando o entregou à viúva de Nicolau, a artista gráfica Cristina Carletti, o fez sem nenhuma cortesia.
Cristina Carletti enviou o seguinte relato a O Antagonista:
"Nicolau faleceu repentinamente em casa, em São Paulo, às vésperas de retornar ao trabalho na Universidade Harvard. Dois meses depois, em outubro de 2014, estive em Harvard. Nessa ocasião Michael Holmes, administrador do Department of Romance Languages and Literatures, obteve minha permissão para que a universidade tivesse pleno acesso ao conteúdo do notebook funcional do meu marido. Com a promessa de que os arquivos pessoais me fossem enviados brevemente.
Aguardei com justificada ansiedade: Nicolau deixou um livro inacabado. Venho reunindo e organizando o material elaborado em anos de pesquisa e pretendo publicá-lo.
Mas nada recebi por um ano e meio, além da informação de que a decisão estava nas mãos do deão da Faculty of Arts and Sciences, pessoa 'extremamente cautelosa', segundo Peter Katz, 'university attorney' do General Counsel de Harvard. Nem meu advogado, diplomado em Harvard aliás, pôde alcançar o sentido disso.
Mesmo inconcluso, o livro em preparo será importante como tudo o que Nicolau publicou. Os arquivos que Harvard reteve contribuem como esperado no enriquecimento da edição. Mas ao retê-los por tanto tempo sem justificativa e enviá-los sem maneiras, o deão cauteloso revela o apreço que vê merecer a memória de um professor querido na instituição."
Harvard só não tem cautela na hora de pegar grana de brasileiros suspeitos.

"É essa a democracia ameaçada?"
Brasil 03.04.16 12:26
Artur Xexéo está confuso, assim como nós, com os artistas que defendem Dilma Rousseff. Eis um trecho da sua coluna de hoje em O Globo...
"Eu queria entender que golpe é esse que não vai ter. Num dos comícios que tem feito no Palácio do Planalto, Dilma tentou explicar: “A forma do golpe está sendo a ocultação do golpe.” Bem, Dilma nunca foi muito boa de explicação, né? Então é o golpe oculto. Eu sempre tive dificuldade de encontrar o sujeito oculto nas análises sintáticas. O golpe oculto, então, não vou nem tentar. É melhor ouvir os ídolos da classe artística para ver se me esclarecem. Eles estão com a corda toda. Frequentam muito os comícios da Dilma no Palácio. Chico Buarque é mais povão. Não vai a palácios. Prefere subir em palanques no Largo da Carioca. Diz que está lá em “defesa intransigente da democracia”. Ah... tem isso também. Defende-se muito a democracia. Parece que ela está ameaçada. Milhões de pessoas vão às ruas pedir o impeachment de Dilma. No dia seguinte, milhões de outras pessoas também vão às ruas em apoio a Dilma. Não há repressão, não há brigas, não há ameaças. As ruas são abertas para que os manifestantes as ocupem. De um lado e de outro. É essa a democracia ameaçada?"
Xexéo só erra ao dizer que "milhões" de pessoas defendem Dilma nas ruas. Os milhões estão só deste lado, Xexéo.

Moro é malvado, feio e bobo
Brasil 03.04.16 10:42
No seu afã de defender Lula, Dilma e PT, o UOL publicou uma reportagem que dá razão ao pedido de anulação da Lava Jato feita pelo reto e vertical Paulo Okamotto...
O UOL acusa Sergio Moro de ter baseado a Lava Jato num grampo ilegal de uma conversas entre um assessor de José Janene e oseu advogado, feito anos antes da deflagração da operação.
O UOL acusa Sergio Moro de não ser o juiz natural do petrolão.
O UOL acusa Sergio Moro de não ter acatado o MPF para quebrar sigilos.
O UOL acusa Sergio Moro de maltratar prisioneiros para obter confissões.
Em resumo, o UOL acusa Sergio Moro de ser um juiz malvado, feio e bobo.

Pedaladas sob sigilo
Brasil 03.04.16 10:27
O Globo noticia mais uma desfaçatez de Dilma Rousseff...
O governo federal decretou sigilo sobre a sua dívida com a Caixa "pela gestão de programas sociais" feita pelo banco. Até onde se sabe, algo em torno de 2 bilhões de reais.
Dilma Rousseff continua a pedalar, a ofender a Lei de Responsabilidade Fiscal, a praticar crime de responsabilidade, mas a Folha acha que tudo bem, porque a permissividade é uma marca do país.

O que o impeachment deixará
Brasil 03.04.16 10:10
A Folha publica que 7 em cada dez leitores do jornal querem o impeachment. No início de março, eram 6...
Mas a Folha acha que o impeachment deixará um rastro de ressentimento no país.
Na verdade, o impeachment deixará um grande jornal com ainda menos leitores.

Enviado por: "Luiz" <luigigiaco@gmail.com>

Nenhum comentário:

Postar um comentário