Google+ Followers

sexta-feira, 22 de abril de 2016

9 aranhas bizarras (e maravilhosas)

De: "HypeScience" <noreply+feedproxy@google.com>

9 aranhas bizarras (e maravilhosas)

Link to HypeScience

9 aranhas bizarras (e maravilhosas)
Posted: 21 Apr 2016 10:00 AM PDT
Existem mais de 45.000 espécies conhecidas de aranhas no mundo, a maioria bem comum. Já estes 9 exemplos vão te surpreender

Esse é o melhor remédio para prolongar a sua vida
Posted: 21 Apr 2016 09:00 AM PDT
O remédio que pode aumentar sua expectativa de vida não é nenhuma novidade, embora não seja fácil de se conseguir

14 reações químicas surpreendentes
Posted: 21 Apr 2016 08:00 AM PDT
Ciência e mágica se confundem nestas 14 reações químicas

20 das mais bonitas árvores de Bonsai já vistas
Posted: 21 Apr 2016 07:00 AM PDT
Além de encorajar a paciência, aliviar o estresse e ajudar a purificar o ar, árvores de Bonsai são lindas

Os últimos samurais em fotos raras dos anos 1800
Posted: 21 Apr 2016 06:00 AM PDT
Os últimos samurais a desfrutarem de privilégios no Japão, mostrados em imagens dos anos 1800

Mistério peruano antigo pode ter sido resolvido a partir do espaço
Posted: 21 Apr 2016 05:00 AM PDT
Arqueólogos usaram imagens de alta resolução de satélites para tentar desvendar um mistério que envolve os povos antigos da região de Nasca, no Peru

You are subscribed to email updates from HypeScience.
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 1600 Amphitheatre Parkway, Mountain View, CA 94043, United States


Facebook
Dê os parabéns a Stéfano Diniz Rocha
Sexta, 22 de abril

Stéfano Diniz Rocha
Ir para o Facebook


Organizar um evento
Essa mensagem foi enviada para marlucepvn@uol.com.br. Se você não deseja receber esses e-mails do Facebook no futuro, cancele o recebimento.
Facebook, Inc., Attention: Community Support, Menlo Park, CA 94025
 
De: "Felipe Miranda" <research@mail1.empiricus.com.br>
Enviada: 2016/04/18 00:39:33
Para: marlucepvn@uol.com.br
Deus e o Impeachment
 

Deus e o Impeachment

Você tem razão: eu deveria falar especificamente de finanças e recomendações de investimento.
Já chego lá, exatamente onde você quer. Peço antes um minuto. Uma breve digressão será necessária para provar o meu ponto.
Começo com uma pergunta muito simples, super fácil de ser respondida: Por que existe algo e não apenas o nada?
Evidentemente, esse não é um questionamento novo. Fora formalizado originalmente, tal como apresentado aqui, por Leibniz e, claro, segue até hoje como um dos principais pontos do debate filosófico.
Com efeito, trata-se, em termos práticos, da mesma pergunta de “Quem somos nós?” ou “Qual o sentido da vida?”, cuja resposta permanece em aberto mesmo séculos depois de sua concepção original - talvez seja mesmo uma dúvida insolúvel, posto que exigiria capacidades sobrehumanas. Condicionados às limitações do espaço-tempo, os homens talvez não sejam capazes de endereçar o ponto.
Volto um pouco no tempo. Coisa rápida.
Até o Iluminismo, havia uma dicotomia capaz de nos dar resposta à pergunta. Dividia-se o mundo entre a esfera terra e aquela superior, atribuída ao metafísico. Esse “mundo divino” emitiria o verdadeiro significado ontológico da vida.
Aqui, estaríamos apenas de passagem, submetidos a uma ordem divina superior, capaz de nos impor, numa espécie de ditadura metafísica, um conjunto de referências éticas e morais. Havia uma explicação clara, vinda de Deus, para o que seria exatamente o ser humano. A vida tinha um sentido, um significado, vindo da esfera superior. Aos homens, caberia atender à vontade de seu Criador.
Nietzsche matou Deus em um de seus livros. Darwin também deu uma bela contribuição nesse homicídio - alguns dão certeza sobre o local do crime: Galápagos. Eu sinceramente não sei o autor do assassinato, nem exatamente quando ele aconteceu. Fato é que, desde o Iluminismo, a luz da razão eliminou as questões de ordem superior.
O método científico acabaria com a possibilidade de explicações de cunho extraterreno. Supostamente, o homem criaria um novo Deus, batizado de Ciência, com capacidade de explicar todas as questões.
Qual o problema disso?
Se, por um lado, o método analítico dedutivo formulado principalmente por Descartes permite um avanço formidável do conhecimento e nos alça a um novo patamar de compreensão; por outro, não se mostra capaz de explicar tudo e, ainda pior, elimina qualquer possibilidade que advém da esfera superior. Acaba a dicotomia clássica pré-iluminista e, com isso, caem todas as referências morais cristalizadas até então. 
O sentido ontológico clássico e inabalável, de que estamos aqui de passagem para atender a vontade divina, simplesmente acaba. Morre também a ideia de que há um conjunto irresistível, plenamente dominante e estático de valores e princípios morais.
Somos e devemos ser apenas aquilo que quisermos, num arcabouço ético e moral relativo, criado individualmente e útil apenas para cada pessoa. A realidade é apenas uma fantasia. Aquilo que nós achamos que ela é. Nada tem sentido absoluto e incontestável. Os valores, a ética e a cultura pertencem a cada um. Somos nós mesmos que estamos construindo e percebendo a realidade, cada um de um jeito.
A realidade, per se, não existe. Ontologicamente, há apenas o nada. Interessa apenas e tão somente nossa percepção da realidade; e não a realidade em si, que é apenas uma construção mitológica. Uma fantasia criada para podermos viver de forma mais harmônica, adaptados a um conjunto de valores definido pela sociedade, com os quais podemos ou não compactuar.
Eita, mas por que está viagem agora? Por que estou dizendo tudo isso?
Na economia, aquilo que seria a realidade estéril, a verdade ontológica, é o chamado “fundamento econômico”. Mas, como vimos, a realidade sozinha não existe. Há apenas a percepção da realidade. No caso, a percepção - ou, especificamente, a expectativa - sobre a realidade.
É isso que interessa. E é isso que ninguém entendeu sobre o rali do impeachment.
Enganam-se todos que dizem que o reapreçamento em curso dos ativos brasileiros terá fôlego curto, pois não se “assenta em fundamento econômico sólido”.
O verdadeiro fundamento é a percepção da realidade, a expectativa sobre ela. E é justamente sobre a expectativa que atua o Plano Temer.
Expectativa forma preço. Mais do que isso, mexe com todas as variáveis econômicas relevantes, aparecendo em qualquer modelo sobre inflação, consumo e investimento. Ou seja, ela é o próprio fundamento em si.
O empresário decide investir porque antecipa uma realidade melhor à frente. O consumidor vai às compras pois espera ter condições para isso, hoje e no futuro. O pai de família pode comprar um novo imóvel porque espera contar com financiamento de longo prazo, já que a hipótese de tornar-mo-nos uma Venezuela está descartada.
Michel Temer certamente não resolve todos nossos problemas. Igualmente certas são as dificuldades que enfrentará para tocar pautas impopulares.
Ele pode não resolver todas as questões, mas cria as bases potenciais para isso. Temer não é condição suficiente para a recuperação vigorosa do crescimento econômica, mas é uma condição necessária.
Para quem flertava com o abismo, isso já é bastante. O rali do impeachment vai continuar. O céu é o limite. Se Deus quiser. 
#
Este domingo é um dia histórico. 
O processo de impeachment nos coloca diante de uma potencial ruptura para os mercados.
E o que de prático você pode fazer diante disso?
Algo muito simples e bastante oportuno: aproveitar a segunda pernada do rali, mas sem abrir mão da proteção do seu patrimônio.
Como?
Temos recomendado aos nossos melhores clientes uma estratégia para lucrar muito com este cenário de curto prazo, sem exposição ao risco de perdas, pois a operação é de capital 100% protegido. 
Paralelamente, você deve se expor às oportunidades de multiplicação de capital específicas a partir da segunda onda do rali. 
Há grande potencial de valorização em jogo e queremos que você aproveite o máximo disso sem correr risco.
Este documento reúne todos os passos práticos para você ganhar dinheiro com os próximos passos deste rali sem risco de perdas:
- Três operações de capital 100% protegido que você deve fazer agora
- O Melhor Veículo de Renda Fixa para o Momento
- As melhores ações para lucrar com a supervalorização dos ativos brasileiros
CLIQUE AQUI PARA TER ACESSO IMEDIATO
AO DOCUMENTO


SOBRE A EMPIRICUS
PRIVACIDADE
DISCLOSURE
FAQ
Facebook
Twitter
Youtube
Google Plus
LinkedIn
Enviar para um amigo
Rua Joaquim Floriano, 913 - 4º Andar
CEP 04534-004 - Itaim Bibi - São Paulo
Empiricus Research
Esta mensagem foi enviada para marlucepvn@uol.com.br como parte da assinatura gratuita do conteúdo Empiricus. Se não deseja mais receber nenhuma de nossas newsletters, acesse aqui.
 

Joaquim Barbosa pergunta : Cadê as palestras de Lula na Internet ??

Francis
15:46 (Há 4 horas)
 Joa​quim Barbosa mata a pau: cadê as palestras do Lula na internet?


O ex-ministro e presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, foi na veia quando publicou em seu Twitter oficial um questionamento pra lá de pertinente.Joaquim Barbosa está simplesmente perguntando algo que milhões de brasileiros gostariam muito de saber ou mesmo de ver ou ouvir.
Afinal, onde estão as palestras mais caras do mundo? Sim! Por que as palestras do ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva,aquele que ficou milionário palestrando pelo mundo afora, não estão disponibilizadas em nenhuma rede social do planeta?
Por que o You Tube não tem nenhum minuto de algumas das palestras mais caras do mundo? Todos os palestrantes do planeta tem pelo menos um resumo pequeno de suas palestras. Mas, com o digníssimo Lula é completamente diferente. Você entendeu, leitor?
Lula é o "maior" palestrante do mundo em termos de quantidade de palestras e de valores cobrados, e não existe sequer um pequeno trecho de pelo uma das tão famosas palestras. Como isso pode ser explicado?
O ex-presidente do STF diz querer muito ouvir e aprender alguma coisa com palestras tão bem pagas.
E nós os brasileiros comuns também gostaríamos de aprender com o "Papa" das palestras, e saber como "nunca antes na história deste país" um palestrante foi tão bem pago.
Confira o questionamento no Twitter de Joaquim Barbosa, ex-presidente do STF!



Lágrimas do Passado - Pedro Luís Pereira de Sousa.


Rogério Rocha <rogeriodegas@gmail.com>
22:55 (Há 21 horas)
Clique para passar.....​
O mais belo poema da linguá portuguesa.....​
Um pouco da história de Pedro Luís Pereira de Sousa:
Nasceu em Araruama RJ. em 13/12/1839 Faleceu em Bananal SP. em 16/07/1884.
Filho do Comendador Luis Pereira de Sousa e D. Carlota Viterbo de Sousa.
Advogado, Jornalista, Político, Orador, Poeta, Deputado em duas legislaturas, 
Ministro dos Negócios Estrangeiros, (Relações Exteriores)   Presidente (Governador) da Província da Bahia
Ministro da Agricultura, Comercio e Obras Públicas. em 1880 foi agraciado, como Conselheiro do Império,
Patrono da Cadeira 31 da ABL.
​Autor
de outro​ s​belos poemas.
Veja no You Tube
​outro​s​ vídeo​s​ de Lágrimas do Passado.
Em português da época do Brasil Império.....
​Clique para passar.....



Enviem aos seus amigos......​



Nenhum comentário:

Postar um comentário