Google+ Followers

sábado, 26 de dezembro de 2015

20 tradições românticas de Natal e Ano Novo por todo o mundo

HypeScience
De: "HypeScience" <noreply+feedproxy@google.com>

HypeScience


Link to HypeScience

20 tradições românticas de Natal e Ano Novo por todo o mundo
Posted: 25 Dec 2015 05:00 AM PST

Feliz Natal! Para comemorar essa data, confira 20 ilustrações de tradições natalinas incomuns ou românticas que ocorrem por todo o mundo Continua...

You are subscribed to email updates from HypeScience.
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 1600 Amphitheatre Parkway, Mountain View, CA 94043, United States
 
Liszt Rangel
De: "::DA HISTÓRIA E DA VIDA::" noreply+feedproxy@google.com
 

Liszt Rangel


"Pobrezinho nasceu em Belém," - O culto cristão à pobreza!
Posted: 25 Dec 2015 04:36 PM PST

por Liszt Rangel
Há uma grande diferença entre ser pobre e ser miserável. A condição social, de natureza econômica, não tem implicações com caráter, com ética, muito menos com uma posição de salvação da alma na hora da morte. Para a Igreja, a disseminação do menino pobre, em miséria, acalenta a estrutura de poder, do acúmulo de terras através das doações da nobreza à Santa Sé.
Em algumas escavações arqueológicas feitas em antigos cemitérios na Europa que datam do período medieval, foram encontrados manuscritos dentro dos esquifes dos nobres. As cartas escritas por sacerdotes dos principados, convidados pelo afortunado moribundo na hora que lhe pressagiava a morte, tinham como objetivo absolvê-lo da culpa por ter usufruído sozinho dos bens materiais e assim, se negado a compartilhá-los com a Igreja. 
Na hora da extrema unção, o representante da Igreja negociava a salvação da alma do nobre, garantindo-lhe um lugar no Paraíso. Mas, para tal, o doente precisava de uma prova e a Igreja de um gesto seu de desprendimento. A carta era, portanto, redigida a São Pedro e nela os pesquisadores encontraram palavras em que o Bispo pedia ao chaveiro responsável pelo Céu, nesse caso, Pedro, que acolhesse aquela alma, pois ela havia se arrependido de seus pecados e em ato de generosidade, havia doado seus bens ao patrimônio da religião de Deus, o Cristianismo.
A salvação dos ricos até hoje se dá às custas dos pobres. E ser protegido pela Igreja, ora aliada do Estado, ora o próprio Estado seria um conforto para gozar, permitir-se à falta de ética e à corrupção dos bons costumes. Os pobres, por sua vez, ficavam com as sobras do que os nobres e a Igreja pudessem lhes conferir. Ou seja, é bom ter pobres, porque assim fazendo a caridade, dando esmolas, somos abençoados por Deus. Ou até, como preferem interessadamente alguns cristãos mais modernos que disseminam a prática da caridade para se livrarem de inimigos espirituais ou para serem acolhidos após a morte em colônias no além.  
Nesse sentido, um Jesus Cristo pobre serve como modelo de submissão e obediência, e consequentemente, como uma segunda senha para entrada no Reino de Deus, pois "Bem-Aventurados são os Pobres de Espírito". A tradução grega e latina, bem distinta do pensamento judaico, destoa não só na palavra mas, em especial, no sentido. 
Segundo (CHOURAQUI 1996), uma das maiores cabeças da teologia do século XX e XXI, que com apenas vinte anos de idade começou a traduzir os evangelhos, "O Sermão da Montanha não foi pronunciado por Iéshoua' no texto grego transmitido por Mateus e Lucas, mas em hebraico ou, menos provavelmente, em aramaico." André Chouraqui morreu em 2007, mas até hoje, é uma das fontes mais procuradas pelos israelenses e também um dos pesquisadores mais respeitados, tendo se tornado membro de importantes comunidades na Europa, em especial na França e em Israel, que tratam da exegese bíblica e do Cristianismo. 
Para Chouraqui é indispensável consultar os Manuscritos do Mar Morto para entender como um judeu, tal qual Yehoshú'a pensava na Palestina do século I. "Os Bem-Aventurados" em grego, leva o indivíduo, inevitavelmente, a uma postura ao mesmo tempo egocêntrica e masoquista por querer sofrer como gozo em plenitude no Reino dos Céus. Então, assevera Chouraqui (1996), "Makariori (bem-aventurado), segundo o texto grego, orienta todos os tradutores na pista errada de supostas beatitudes adquiridas por antecipação, enquanto que elas só serão realizadas plenamente no reino de IhvV. (Jeová)". - Grifo nosso. 
Como se percebe, sem uma leitura histórica, não é possível chegar sequer perto de uma suposição do que de fato teria dito Yehoshú'a. Quando se trata de traduções, todo cuidado é pouco, pois não há originalidade nesses textos. E ainda tem gente que afirma que traduziu os Evangelhos de fontes originais gregas... Imagine, o desastre!  
Chouraqui (1996) continua a sua aula explicativa, "Felizes, bem-aventurados, repetem todos os tradutores de todas as línguas e dialetos de todos os séculos, exemplo típico de uma interpretação que aplica em uma palavra supostamente conhecida um sentido diferente daquele que tinha originalmente." Já em hebraico, observando uma leitura atenta na tradição judaica, a frase fica, "Em marcha, humilhados do sopro! Sim, deles é o reino dos céus".
A explicação é viável dentro de uma conjuntura opressora por parte de Roma, e também nas origens judaicas encontradas nos textos das Cavernas de Qunrã. Como se observa nos textos da Regra da Guerra, 1 QM XIV, 7, ser sagrado no sopro, ou no espírito, é compreender a grandiosidade de si enquanto essência e de tudo mais que conspira no Universo para o crescimento do Ser, mesmo diante de toda perseguição no cenário instaurado por Roma, ainda que às custas de humilhação. Esse mundo de espíritos pobres não entende, nem sente o mundo dos humilhados do sopro de Yehoshú'a. 
Yehoshú'a não se preocupa com o mundo material, mas lança uma perspectiva de esperança às pessoas desoladas, perdidas e perseguidas que buscam ouvir suas palavras. Ele também não incita às massas a uma rebelião como era de se esperar do Messias. (RANGEL, 2013). Em seu discurso, ele deseja que o povo marche, siga adiante, apesar de tudo e de todos! Em sua postura, não há culto à pobreza, muito menos exaltação a uma felicidade utópica, em um lugar onde só existe dor e sofrimento. Como bem lembra Chouraqui (1996), "Iéshoua' não tem a crueldade de declarar "felizes" a multidão de deserdados, de opositores condenados pelas legiões romanas, por qualquer coisa que digam ao suplício da cruz ou, na melhor das hipóteses, à escravidão nas galés, ou nos bordeis do Império."
Segundo Lucas, 2, 22-25, diz que aos pobres é permitido após o nascimento da criança, consagrá-la com a oferta de um casal de pombinhos. Sabe-se que os miseráveis e desempregados, os perseguidos não tinham nada o que oferecer, ao contrário, dos ricos que podiam ofertar até ovelhas. A família desaparecida de Yehoshú'a se sustenta com o ofício de construtor de casas de seu pai, Yussef, seguido pelo seu filho mais velho, nesse caso, ele, Yehohú'a e levando consigo os demais irmãos para trabalhar nas pedreiras de Nazaré. Aquelas mãos antes de receberem os pregos, já haviam conhecido os calos de sangue.
Quanto a ter nascido em Belém... Por que Belém? Ah, isso já é uma outra história...
BIBLIOGRAFIA
Bíblia de Jerusalém. São Paulo: Ed. Paulus, 2003.
CHOURAQUI, A. A Bíblia - Matyah (O Evangelho Segundo Mateus). Rio de Janeiro: Editora Imago, 1996.
RANGEL, L. Jesus Além da Crença. Recife: Editora Bom Livro, 2013.
You are subscribed to email updates from ::DA HISTÓRIA E DA VIDA::.
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 1600 Amphitheatre Parkway, Mountain View, CA 94043, United States
 
 

Crowdfund Wrestling (@MakeachampWres) lhe enviou uma mensagem direta no Twitter!

Crowdfund Wrestling (via Twitter) <notify@twitter.com> Cancelar inscrição
10:27 (Há 11 horas)
MakeachampWres: Awesome! Nós conectamos atleta com a sua multidão! Você pode se juntar à nossa comunidade, verificando isso ... e você pode criar um ...


Wrestling Crowdfund LHE enviou
Uma Mensagem Direta.
Fantástica! Nós conectamos atleta com a sua multidão! Você pode se juntar à nossa comunidade, verificando estamakeachamp.com/athletes/wrest... e você pode criar um ...
Responder
Configurações | Ajuda | Sair | Baixar aplicativo

Twitter, Inc. 1355 Market Street, Suite 900 San Francisco, CA 94103

Nenhum comentário:

Postar um comentário