Google+ Followers

domingo, 1 de novembro de 2015

NASA começa a investigar formações misteriosas no Cazaquistão

Entrada

HypeScience <noreply+feedproxy@google.com> Cancelar inscrição

08:36 (Há 14 horas)

NASA começa a investigar formações misteriosas no Cazaquistão


Link to HypeScience

NASA começa a investigar formações misteriosas no Cazaquistão

Posted: 31 Oct 2015 06:17 PM PDT

Segundo cientistas, formações que começaram a ser investigadas pela NASA podem mudar o que sabemos sobre primeiros grupos de humanos Continua...

Cientista diz ter encontrado prova da existência outros universos

Posted: 31 Oct 2015 03:57 PM PDT

Em um estudo que ainda precisa ser revisado por pares, um cientista afirma ter descoberto uma prova de que existiriam universos alternativos Continua...

Logosofia: novos horizontes para a educação

Posted: 31 Oct 2015 01:02 PM PDT

A logosofia é uma ciência criadora de conhecimentos concretos para a vida. Clique e saiba mais sobre o que eu aprendi com a profª Mayra Araújo Continua...

You are subscribed to email updates from HypeScience.
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google

Google Inc., 1600 Amphitheatre Parkway, Mountain View, CA 94043, United States

 

 

Eu admiro...‏

Nestor Figueiredo

31/10/2015

Para: FA BRITO

... e me encanta as mulheres que assumem o seu tempo!
Quem gosta de mulheres com cabelos tingidos são os fabricantes de tintura!

margarida


PINTAR OS CABELOS – UM RISCO PARA A SAÚDE
"Mesmo as mulheres preocupadas com a saúde, e um estilo de vida saudável, que defendem o meio ambiente e os animais justificam o uso de coloração para os cabelos para “cobrir os cabelos brancos”.
Não adianta se enganar dizendo para si mesma que pintar os cabelos a cada 4 ou 6 semanas é seguro. O couro cabeludo é altamente vascularizado e, por isso mesmo, capaz de absorver mais prontamente as toxinas das tinturas e distribuí-las através do corpo todo.
Dentre os ingredientes do produto que você usa existam coisas como: parafenilenediamina e tetrahidro-6-nitroquinoxalina (ambos cancerígenos e responsáveis por danos no material genético de animais); alcatrão (presente em 71% das tinturas de cabelo; além de ser carcinogênico, mulheres expostas possuem 25% mais chance de desenvolver leucemia); formaldeído ou formol (cuja legislação tem tentado banir dos produtos para cabelos nos últimos anos, por ser um conservante ligado ao câncer, e à toxicidade para o sistema reprodutivo e o desenvolvimento fetal); DMDM Hidantoína ou dimetilhidantoína (outro conservante conhecido por sua toxicidade ao sistema nervoso que é banido de outros países, como o Japão).
A lista pode ficar interminável e o post enorme, se eu relatar tudo o que pode conter nesses produtos. Isso sem contar que os fabricantes muitas vezes escondem seus ingredientes em nomes diferentes ou números. O caso da DMDM Hidantoína que falei acima é emblemático: algumas empresas dizem que não contém formol no produto, mas adivinhe qual é o produto liberado pela ação dela? Acertou quem disse FORMOL. Interessante, não? A indústria não é boba, mas quer nos fazer de bobos.
Não é à toa que mulheres que usam tintura pelo menos uma vez ao mês possuem uma chance duas vezes maior de desenvolver câncer de bexiga do que aquelas que não pintam o cabelo. Outro estudo identificou que mulheres que pintam o cabelo por mais de 20 anos dobram o risco de desenvolver artrite reumatoide. Independente de trabalhos científicos é importante que você saiba que a toxicidade pode aumentar ou diminuir dependendo do tipo de tintura que usa e sua composição química. Na teoria, você não deveria colocar em seu corpo nada que não possa ingerir. E se você está grávida ou amamentando, por favor, afaste-se desse tipo de produto: o impacto sobre a saúde de seu filho pode ser devastador.
(Dr. Carlos Braghini, especialista em quiropraxia e autor do livro Ecologia Celular)"

Nenhum comentário:

Postar um comentário