Google+ Followers

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Jose Luiz shared a post with SENSO CRÍSTICO - Questionando Bíblias e Ciências

Jose Luiz:

Imortalidade da alma em Platão
Diferentes conceitos de alma foram traçados ao longo dos séculos, pela Filosofia. Platão, por exemplo, discorreu sobre a imortalidade da alma, unidade intrínseca ao homem.
O homem é a sua alma
O homem é a sua alma
A palavra grega psykhé é o termo usado por muitos escritores da Antiguidade para o entendimento do que viríamos a chamar na língua latina de anima ou alma. Desde Homero, ela ganha contornos de fumaça, sombra, uma aspecto menos denso daquilo que é o corpo. A ...

image not displayed

Imortalidade da alma em Platão. Platão e a imortalidade da alma - Brasil Escola

Imortalidade da alma em Platão. Confira aqui a explicação que Platão dá sobre a imortalidade da alma, que seria uma u...

View post

You're receiving this email because you are subscribed to SENSO CRÍSTICO - Questionando Bíblias e Ciências on Google+.

Mute Jose Luiz to stop receiving notifications from them. Change what notifications you receive from this community.This notification was sent to cesarjbn@gmail.com; Go to your notification delivery settings to update your address. Manage subscriptions to change what emails you receive from Google+.
Google Inc., 1600 Amphitheatre Pkwy, Mountain View, CA 94043 USA

 

Imortalidade da alma em Platão

Diferentes conceitos de alma foram traçados ao longo dos séculos, pela Filosofia. Platão, por exemplo, discorreu sobre a imortalidade da alma, unidade intrínseca ao homem.

clip_image001
O homem é a sua alma

A palavra grega psykhé é o termo usado por muitos escritores da Antiguidade para o entendimento do que viríamos a chamar na língua latina de anima ou alma. Desde Homero, ela ganha contornos de fumaça, sombra, uma aspecto menos denso daquilo que é o corpo. A própria Filosofia, com Anaxímenes, entende que a alma é um sopro, uma espécie de ar em movimento e que move as coisas corpóreas, refrigerando-as e mantendo-as em movimento (basta notar que o cadáver não respira, por isso o corpo morre ou fica em repouso).

No entanto, a partir de concepções místicas e religiosas, tais como o orfismo e o pitagorismo, a noção de alma foi ganhando contornos mais conceituais, ainda que de forma dialética, sem pretender formar uma posição absoluta sobre ela ou demonstrar o que ela seja. Platão foi o responsável por essa mudança. Em vários textos, este autor aborda questões sobre a alma, mas nem sempre uma posição que seja unívoca. Falaremos de algumas delas, de modo a compreender que possam se tratar de um conjunto.

Em primeiro lugar, quando de uma tentativa de definir o Homem, vê-se que ou é corpo, ou é um misto de corpo e alma, ou é a alma. Isso porque, diante da discussão, fica evidente que o corpo é efêmero, transitório e parte de uma estrutura. A alma é a unidade intrínseca (ou psíquica, como será dito mais tarde) ao homem. O homem é a sua alma.

Já num outro diálogo, a alma é vinculada à linguagem, mas, estando associada ao corpo, padece da relação com esse. Assim, quando o corpo está mal, a alma também pode ficar doente e o tratamento deveria ser realizado à base do que chamamos hoje de terapia psicossomática (psique = alma; soma = corpo). Essa posição só reforça a anterior de ser a alma a unidade psíquica do homem.

Em uma terceira abordagem, o corpo é tratado como o lugar em que habita a alma sendo ele a expressão ou o sinal (semainei; sema = sinal, parece-se com soma) da alma. Sendo assim, a alma é diferente do corpo e usa-o como instrumento para realização dos seus desígnios.

Mas somente nos diálogos de maturidade Platão consegue dar um delineamento sobre o assunto com maior riqueza de detalhes. Ao conceber a realidade em diferentes instâncias, sensível e inteligível (sendo esta última a base do conhecimento, já que é estável, imóvel, imutável, eterna, idêntica, incriada, etc.), o mundo das ideias, como objeto do conhecimento, precisaria de um sujeito que lhe fosse semelhante. É assim que a alma é compreendida como princípio de movimento, gerando a vida, mas participando do que é divino.

É através da alma que o homem conhece, segundo Platão. O corpo e as sensações explicam “como” são as coisas. A alma e a inteligência explicam “o que” são as coisas. É por isso que a alma é esse trânsito entre os dois mundos, inteligível e sensível, ainda que suas características sejam dadas pelo mundo inteligível. A alma tem de se assemelhar àquilo que ela busca ou aspira: as ideias. E ainda que encarnada em um corpo, a morte refere-se somente a essa parte material, divisível, múltipla, instável. A alma como unidade não se dissolve, mas busca, segundo os mitos escatológicos que Platão narra, o aperfeiçoamento a partir de uma série de ciclos reencarnatórios. A expiação se dá pelas faltas cometidas em vidas passadas que a alma guarda na memória e ao contemplar o inteligível faz sua escolha da vida que quer viver. Então, põe-se novamente em movimento para realizar sua trajetória, mas o corpo torna-se um obstáculo e a faz esquecer parcialmente o que contemplou no mundo inteligível. É assim que ela busca o conhecimento como tentativa de purificação da alma, através da inteligência. A alma é, pois, sujeito do conhecimento.

Por João Francisco P. Cabral
Colaborador Brasil Escola
Graduado em Filosofia pela Universidade Federal de Uberlândia - UFU
Mestrando em Filosofia pela Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP

 

COMENTO:

Platão a bem da verdade foi uma espécie de porta-voz, discípulo de Sócrates.

Tudo que sabemos sobre Sócrates nos foi divulgado por Platão.

Apesar do respeito e admiração sobre Platão entendo o seu engano quanto ao conceito e a compreensão da alma.

Àquela época, algo em torno de 1000 a.C e sem os conhecimentos tecnológicos e científicos que dispomos e temos hoje, é louvável e aceitável à ótica dessa ideia sobre a alma, vez que se vivia a idade do pensamento filosófico que à posteriori passou a ser religioso; em nossos dias vivemos a Idade da Razão.

A alma conforme entendo é apenas uma coordenada oculta do corpo, assim como o espaço, três coordenadas visíveis, e o tempo uma coordenada invisível o são, formando as cinco coordenas que dimensionam as formas relativas dos três reinos da natureza, a saber, mineral/vegetal/animal no Plano Relativo (material/espiritual).

No Plano Relativo material temos as coordenadas: espaço/tempo/alma.

No Plano Relativo espiritual temos as coordenadas: espaço/tempo/espírito.

Por oportuno e a propósito não somos alma/espírito como nossa educação cultural filosófica/religiosa/mística/espírita de todas as matrizes nos impõem, porquanto nossa Essência é a Energia-Consciente de Nossa Consciência que nos julga e quem nos julgará no instante de nossa passagem e para sempre.

Alma/Espírito não são Seres Eternos, mas coordenadas do Plano Relativo (material/espiritual).

Quem reencarna não é a alma/espírito, mas a Energia da Nossa Consciência a Nossa Essência Eterna/Absoluta na Onipresença, Onisciência e Onipotência; o mais importante sem nenhuma conotação religiosa/mística/espírita de qualquer espécie.

Morreu não é mais Terrestre e sim Extraterrestre.

A grande dificuldade que temos é discernir entre a ignorância e o saber sobre SI MESMO.

Quem sabe mais entende melhor e teme menos.

VOCÊ é a um só tempo a CAÇA e o CAÇADOR DE SI; o bom caçador é aquele que encontra a caça do seu lado de dentro; ao seu redor do lado de fora em seu entorno encontramos várias outras caças e caçadores, porém jamais a caça e o caçador que precisamos encontrar.

Seja o seu próprio Mestre/Sábio; os outros são mestres/sábios deles apenas, porém, ainda não sabem!

É meu juízo, salvo dialética que me prove o contrário.

Abraço a todos. Grato.

Sds/César JBN

Energia-Consciente.

 

De: Nestor Figueiredo

Data: 03/02/2014 11:27:41

DANÇATERAPIA

(Por favor, gentileza divulgar)

image00111

As Aulas Semanais em grupo acontecem na Rua Nilo Peçanha, 117 - B. Santa Paula - São Caetano do Sul - SP

             Às terças-feiras das 19h50 às 21h00 / Mensalidade: R$ 30,00 (membros)   e  R$ 50,00 (não membros)

 

De: Nestor Figueiredo

Data: 03/02/2014 13:55:54

É HOJE - INPERDÍVEL!!!

ZZZTUMA221

ZZZTUMA12

 

De: vavaelu@uol.com.br

Data: 03/02/2014 13:11:58

Denuncia grave - José Sarney

!AAPLA~1111

1235312_511344432311383_1155539595_n22

REPASSO



(CLIQUE NO LINK ABAIXO)

http://youtu.be/_FWC5ifY7BQ

Não deixe de ver!!!


Este email está limpo de vírus e malwares porque a proteção do avast! Antivírus está ativa.

 

De: Rosani

Data: 03/02/2014 16:23:07

Você se lembra desses carros? E da música?

'Fragmentos de Uma Alma Perfumada"

http://rosani22.blogspot.com.br/

1780677_279334038883679_476174309_n11

 

De: MARTINS

Data: 03/02/2014 13:48:46

CULTURA DO ORIENTE.....

Foto de Deixando o Melhor de Mim.

| através de email | Responder através da web | Adicionar um novo tópico

Mensagens neste tópico (1)

Atividade nos últimos dias:

Visite seu Grupo

CONHEÇA TAMBÉM NOSSA TURMA DA CURTIÇÃO EM YAHOO GRUPOS:
http://br.groups.yahoo.com/group/turmadacurticao/
SÓ PARA ADULTOS!

Yahoo! Grupos

Trocar para: Só Texto, Resenha DiáriaSair do grupoTermos de uso

 

De: auristeniolucena@gmail.com

Data: 03/02/2014 14:00:35

GUINÉ EQUATORIAL-Você Sabia?
REPASSO: AURISTÊNIO.

 

SÓ PARA ADULTOS.

De: Vlad Biosca

Data: 03/02/2014 19:12:00

Magníficas frutas, bem fresquinhas:

IMPORTANTE: Não aceitamos PEDOFILIA em nenhuma hipótese.
IMPORTANTE: No aceptamos pedofilia en cualquier caso.
IMPORTANT: We do not accept Pedophilia in any event.

PEÇA A TUA EXCLUSÃO, CASO NÃO QUEIRA RECEBER MAIS E-MAIL.

Grato

If you don't want to continue receiving this type of emails, sent me a simple message.

Thank you.

silvio_camargo2000@yahoo.com.br

Silvinho...

Nenhum comentário:

Postar um comentário